Foto cedida por Alessandro Abdala

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Iracambi - Serra do Brigadeiro

A ECOAVIS foi convidada para uma visita à RPPN Fazenda do Iracambi, em Rosário da Limeira, na Serra do Brigadeiro, nos dias 6 e 7 de abril. Um lugar maravilhoso, com enorme potencial para a observação de aves. Fomos eu, o nosso presidente Pedersoli e o Ricardo Mendes. Ficamos hospedados no Centro de Pesquisas da Associação Amigos de Iracambi. Um fim de semana muito produtivo que trouxe muitas idéias para trabalhos em conjunto.
Vamos, porém, aos passarinhos.

















Primeiro dia, chegamos e fomos logo achando esse arapaçu-escamado. Sumido desde a primeira vez que o havia visto no sítio, já faz uns 2 anos.
























Os sabiás-laranjeiras estavam animados, vocalizando quase nada, mas voando de um lado para o outro todo o tempo.























O centro de pesquisas hospeda também esse gato safado aí. Esperto, tem a vida que pediu a Deus. Um lugar espetacular no meio do mato para viver, comida no restaurante, mimos de todo mundo que passa por lá, e possivelmente um passarinho no cardápio de vez em quando.
























Um casal de fim-fins chegou pertinho em uma grande goiabeira, bem no estacionamento do centro de pesquisas. Como sempre, a fêmea me dá o prazer de uma foto decente, o macho, só borrõezinhos ou um pedaço de rabo no meio das folhas.























O primeiro dos 4 lifers que achei nos surpreende saindo no limpo, no estacionamento, pousando num fio. Olha o abre-asas-de-cabeça-cinza aí. Dá para acreditar? 
























Aí, nos aparece esse carinha. Eu não consigo me decidir, quem é? Piolhinho? Risadinha? Sp.zinho? Pedersoli, Ricardo, help!























Uma fêmea do cháu-preto também pousa na goiabeira. Muito bonita na sua simplicidade.























A fazenda é rica em nascentes e córregos. Em uma baixada meio brejosa essa maria -faceira nos deu oportunidade para fazer inúmeras fotos.























Um belo gavião-caboclo fez um voo planado de uma árvore à beira da estrada até essa encosta pedregosa. Não deu para ver se pegou alguma coisa.
























Uma jaçanã deu mole no brejo.
























Ao longe (a foto está com um grande crop) aparece o martim-pescador-pequeno, em cima de um mourão de cerca, vigiando o corrego que passa logo em baixo. O segundo lifer para mim.























De noitinha, chamado pelo Pedersoli, nos aparece o meu terceiro lifer, o tico-tico-do-mato. No lusco-fusco, minhas fotos ficaram muito ruins, só registro mesmo.























No dia seguinte, a caminho da cozinha, para tomar o café da manhã, aparece esse papa-arroz, se arrumando para começar o dia.























De novo aparece um carinha diferente, que parece ser aquele mesmo de ontem. E aí, já chegaram a uma conclusão?























O quarto lifer é um surpresa até mesmo para o Pedersoli, e olhe que surpreendê-lo não é fácil, aparece a guaracava-de-crista-branca. Várias fotos de galhinhos com um passarinho atrapalhando o fundo, fazer o quê?























Quem deu um show e muiiiita colher-de-chá foi esse beija-flor-de-fronte-violeta. Todo mundo se fartou de fotografá-lo. Lindo.























Enquanto tentávamos achar de novo o tico-tico-do-mato, aparece essa rendeira aí. Pela primeira vez eu vejo o macho. A fêmea eu havia encontrado em Chapada dos Guimarães-MT, em 2009 e nunca mais.























Já vindo embora, no brejo da maria-faceira, um par de pés-vermelhos nos deseja boa viagem. Agradecemos, já com vontade de voltar.

A lista das aves pode ser conferida na Táxeus: Lista

4 comentários:

  1. João Sérgio Barros3 de junho de 2013 13:57

    Como sempre, um deleite...
    Parabéns meu amigo!

    ResponderExcluir
  2. Mais uma vez, deixando água na boca!!!

    ResponderExcluir
  3. Daniel, seu relato daquele final de semana super agradável ficou muito legal, como de costume! As parcerias entre a Ecoavis e a Iracambi têm tudo para serem muito produtivas. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Ô, Daniel,

    Desta vez você extrapolou, pois os pássaros, e as fotos, são lindos. Por uma questão pessoal, porém, a foto do curió da última safra me emocionou além da conta. Bonita demais, e eu pensando que esses bichinhos nem existissem mais em liberdade.
    Parabéns e grande abraço,

    Nilseu

    ResponderExcluir